Lotéricas vão pagar FGTS inativo

Rio – Os trabalhadores que têm saldo em conta inativa do FGTS também vão poder sacar o dinheiro nas casas lotéricas, além de agências da Caixa Econômica Federal, postos e salas de autoatendimento eletrônico do banco, usando o cartão cidadão e senha. O cronograma oficial dos pagamentos será divulgado hoje pela Caixa. A expectativa é de que os pagamentos comecem entre 10 e 13 de março e que siga o modelo do calendário de pagamentos do abono do PIS/Pasep, considerando a data de aniversário do trabalhador, segundo o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap).

Não haverá limite para retirada dos recursos na Caixa. Nas lotéricas, trabalhador poderá sacar até R$ 1,5 mil Marcelo Casal Jr / Agencia Brasil

Por exemplo: nascidos em janeiro e fevereiro vão sacar em março. Entre abril e maio poderão resgatar em abril.Quem nasceu entre junho, julho e agosto poderá sacar em maio. Em junho, quem faz aniversário entre setembro e novembro. E por fim, para julho, ficarão os que fazem aniversário em dezembro.

Também é esperada a divulgação da abertura das agências nos fins de semana até mesmo antes do início dos saques para orientar os trabalhadores como sacar e obter o cartão cidadão. Além disso, será criado site sobre o FGTS inativo.

Não haverá limite para retirada dos recursos na Caixa, segundo informou o presidente Michel Temer, ao anunciar a liberação dos recursos. Para saques de até R$ 700 deverá ser informado o número do PIS/Pasep/NIT e senha. Para o limite de R$ 1.500, a retirada pode ser feita em lotéricas ou em caixas eletrônicos com o cartão cidadão e senha. Já os saques acima de R$ 1.500 devem ser feitos na agência bancária. Também há a expectativa de que correntistas da Caixa possam optar pelo crédito em conta.

Poderão retirar o dinheiro todos os trabalhadores que tiverem conta do fundo encerrada até 31 de dezembro de 2015. Para fazer os saques, em todos os casos, é preciso informar o número do PIS e, para quem for ao banco, documento de identificação.

Segundo o Conselho Curador do FGTS, existem R$ 30 bilhões em contas inativas, cujo último depósito pelo empregador foi feito até o fim de 2015. Cálculos do governo apontam que a maior parte tem saldo inferior a um salário mínimo.

CONFIRA

Consulta pode ser feita pela internet ou via celular

Atualmente, o trabalhador pode conferir se possui conta inativa ao acessar o site da Caixa Econômica Federal (www.caixa.gov.br) ou o do FGTS (www.fgts.gov.br), baixar gratuitamente um aplicativo para celular ou tablet — disponível para iOs e Android —, ou ir à uma agência.

Em todos os casos é preciso informar o número do PIS e, para quem for ao banco, documento de identificação. Pode sacar o dinheiro todo trabalhador com carteira assinada que tenha conta vinculada a um contrato de trabalho encerrado até 31 de dezembro de 2015.

Segundo o Conselho Curador do FGTS, existem hoje R$ 30 bilhões depositados em contas inativas, cujo último depósito pelo empregador foi feito até o fim de 2015. A expectativa é de que 70% dos 10 milhões de trabalhadores com direito ao saque retirem os recursos.

Muita cautela no uso do dinheiro

O dinheiro extra que muitos trabalhadores vão poder sacar virá em boa hora para muitos deles. Mas especialistas em finanças avaliam que é preciso cuidado para não gastar o dinheiro e comprometer o orçamento além da conta.

Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira, orienta cautela em relação ao que será feito com os recursos.

Segundo ele, caso o valor a ser resgatado seja suficiente para quitar alguma dívida em atraso totalmente, é interessante agir dessa forma.

Mesmo assim, é válido negociar e conseguir descontos, diminuindo parte do débito, para então fazer o pagamento à vista.